Reflexão Religiosa: 12 lições para aproveitar bem o tempo

Reflexão Religiosa: 12 lições para aproveitar bem o tempo
19 de maio de 2017 Zwei Arts
Por Américo Marques Ferreira

Tic tac tic tac. Imagine um relógio de parede com suas monótonas e persistentes badaladas. Ou então, os grãozinhos de areia caindo do compartimento superior de uma ampulheta. Como também, o fluxo de um rio deslizando em seu leito, sem jamais voltar atrás. E ainda, o por do sol projetando seus derradeiros raios por trás das montanhas, demarcando o ocaso de mais um dia. São todas metáforas representando “a marcha inexorável do tempo”.

Eis algumas lições que podemos extrair dessas imagens:

Oportunidade – A capacidade de aproveitar uma chance enquanto é tempo.

Prioridade – Significa eleger o que vem em primeiro lugar, estabelecendo uma ordem que define a preferência sobre o que vem depois.

Posterioridade – Não faças hoje o que só pode ser feito depois.

Preocupação – Na vida enfrentei inúmeros problemas, a maioria dos quais jamais chegou a acontecer.

Procrastinação – Ato de adiar. Prolongar uma situação para ser resolvida mais tarde.

Ansiedade – Excesso de futuro em nossas mentes.

Depressão – Excesso de passado roubando a energia necessária para enfrentar o dia de hoje.

Saudosismo – Olhar apenas pelo retrovisor na estrada da vida.

Ausência – Uma falta que fica ali presente.

Realização de um sonho – Se eu quiser que um sonho se realize não devo dormir demais.

Visão de futuro – A melhor maneira de prever o futuro é inventá-lo. (Alan Kaye)

Quando se trata de futuro, há três espécies de pessoas

Aquelas que fazem acontecer,

Aquelas que deixam acontecer,

E aquelas que se espantam com o que aconteceu.

(John Richardson)

Américo Marques Ferreira é sociólogo, assistente social e associado da AEB.