Minha História com a AEB – Vanda Cristina

Minha História com a AEB – Vanda Cristina
23 de novembro de 2018 Ana Carolina Rocha Barbosa

Após o falecimento da sua mãe no seu apartamento, Vanda foi incapaz de retornar ao local; a perda foi tão repentina que ficou um pouco desnorteada com todo o acontecimento. Passou algumas noites no Hospital das Clínicas, até ser dispensada. Quando saiu não tinha mais um emprego ou condições de pagar seu aluguel, logo foi tentar uma vaga no Centro de Acolhimento. Um tempo se passou, e após um desentendimento no abrigo onde estava, foi expulsa. Um dia caminhando pela Rua General Rondon reparou no ATENDE III  e foi buscar informações a respeito da estadia. Na intenção de ficar apenas na opção pernoite, foi tão bem acolhida pelos funcionários , que resolveu prolongar um pouco a sua permanência ali.

Vanda recebeu o amparo e incentivo de que tanto precisava. Resolveu então dar um rumo à sua vida, achar um propósito, e foi em busca de um emprego. Desta maneira perguntou a sua educadora Raquel como o ATENDE III poderia ajudá-la. Raquel perguntou o que precisava, então Vanda respondeu: de “uma oportunidade”. Raquel 100% confiante da competência e dedicação de Vanda, começou a ajudá-la na busca de vagas de emprego. No final de março de 2018 foram abertas vagas para o novo projeto gerenciado pela AEB, o Centro de Acolhida Especial (CTA Liberdade). Após tantas entrevistas e encontros, Vanda já estava desanimada, se perguntando se conseguiria alguma coisa, quando sua educadora lhe apresentou a resposta positiva de que tinha sido aprovada. “Foi a melhor coisa da minha vida”, relembra Vanda com grande alegria.

Hoje, Vanda mora em um albergue na Brigadeiro Luis Antonio, e trabalha no CTA Liberdade e não poderia estar mais contente com seu emprego, “eu faço o que eu gosto e como eu sou de situação de rua, a população é o meu povo, minha raiz. Ótimo, era tudo o que eu queria. Eu também posso ajudar a incentivá-los. Porque nós somos capazes, basta alguém acreditar na gente”. Praticamente com sua vida encaminhada e um trabalho que lhe traz imensa gratidão, Vanda foca em terminar seus estudos e um dia fazer faculdade de psicologia, o que sempre foi seu sonho.

*Esta história foi retirada do livro comemorativo de 90 anos