AEB promove 1º encontro sobre voluntariado no centro de São Paulo

AEB promove 1º encontro sobre voluntariado no centro de São Paulo
15 de maio de 2018 Ana Carolina Rocha Barbosa

No último sábado (12/5), a Associação Evangélica Beneficente realizou o 1º Encontro “Igreja e Voluntariado no centro de São Paulo”, que aconteceu na Igreja Presbiteriana Unida de São Paulo. O objetivo foi discutir a atuação voluntária no centro da cidade de São Paulo, local de maior concentração de pessoas que vivem em situação de rua e onde também estão localizados os projetos da AEB, Casa Porto Seguro, ATENDE III e CTA Liberdade.  

O evento iniciou com uma breve apresentação institucional da AEB e um louvor ministrado pelo Capelão João Marques Gallo.

Após o momento, o Rev. Rosther Guimarães da I.P.U., falou sobre o chamado de servir o próximo e que, antes de qualquer coisa, todos precisam ter consciência de sua identidade, missão e do sacrifício.  Ele ainda afirmou sobre o trabalho realizado pela igreja, que busca ter uma atuação não só ministerial, mas de impacto social. “Somos uma igreja unida, bíblica e relevante”, afirmou o pastor.

Convidada também para falar, a Gerente de Serviços do ATENDE III Pra. Mabel Andrade Garcia, apresentou os desafios de trabalho com o público que vive em situação de rua, bem como no voluntariado também. Para ilustrar a mensagem, Mabel utilizou a passagem bíblica em que fala do leproso e que Jesus o tocou (Lucas 5:12-15), numa época de estigma com pessoas vítimas dessa doença. Ela comparou com a causa da rua e do preconceito que existe com eles.

Mabel chamou a atenção de todos quando disse que a primeira coisa que se precisa saber na hora de trabalhar com pessoas que vivem em situação de rua é que não estamos fazendo um favor para ninguém, pois é direito deles terem acesso à condições dignas de vida.

A gestora ainda apresentou o atual cenário da situação de rua. Segundo dados, o maior motivo da ida para a rua é desentendimento familiar com 42%, em seguida demissão do trabalho com 16,1% e problemas com a justiça com 6,6%.  Ela também ressaltou o descaso que existe com o tratamento de doenças mentais e emocionais pela Saúde Pública.

Atualmente, o número de pessoas que vivem em situação de rua no Brasil é de 122.890 pessoas. Mabel afirmou que o problema é mundial e, só em Nova York, por exemplo, a população chega a 64.060 pessoas.

Após a fala da gestora, foi convidado o Sr. Geraldo Messias que já morou na rua e hoje é Agente Operacional da Casa Porto Seguro. Ele contou sua história e testemunho, animando todos que estavam presentes.

O último convidado do dia foi o Pr. Daniel Checchio, idealizador da Rede Social do Centro, parceira da AEB. Daniel falou sobre a atuação da organização, que começou com uma ação de varrer a rua, há 12 anos atrás, segundo o seu depoimento.

Para finalizar o dia, os convidados foram desafiados a se dividirem em grupos para discutirem o que foi apresentado e proporem soluções e ações para contribuir com a situação atual do centro de São Paulo.